top of page

‘Rogério é pior opção ao Senado; coveiro dos direitos dos trabalhadores’, diz Robério Paulino


Por Adenilson Costa | Grupo AGORA RN




Após anunciar pré-candidatura ao Senado e retirar seu nome, poucas semanas depois, por não contar com “apoio da maioria no Psol”, o vereador de Natal Robério Paulino revela que decidiu não se candidatar a nenhum cargo público nas eleições gerais deste ano. “Quero me dedicar bem ao mandato e desenvolver grandes projetos […] Ao final do mandato, vamos decidir, coletivamente, se volto a concorrer a algum cargo ou não. Não vivo disso”, afirmou, em entrevista exclusiva ao AGORA RN, nesta sexta-feira 8.

Desejou sorte ao pré-candidato do Psol ao Senado, Freitas Júnior, apesar de ter considerado sua escolha como um erro do partido. “Acredito que meu nome estava muito melhor posicionado para ajudar a legenda neste pleito”, disse. E fez uma avaliação das pré-candidaturas ao Senado dos primeiros colocados nas pesquisas de intenção de votos no Rio Grande do Norte: Carlos Eduardo Alves (PDT), Rafael Motta (PSB) e Rogério Marinho (PL). Este último, ele classificou como “coveiros dos direitos dos trabalhadores” e “pior opção ao Senado”. Confira agora: AGORA RN Seu nome vinha se consolidando na corrida pelo Senado Federal, mas o senhor acabou retirando sua pré-candidatura. O que o motivou a isso? ROBÉRIO PAULINO – Retirei meu nome porque cheguei às vésperas da convenção partidária, que definiu a pré-candidatura do partido ao Senado, sem o apoio das correntes que são maioria no Psol/RN.

AGORA RN O senhor concorrerá a algum cargo nas eleições deste ano? ROBÉRIO PAULINO – Não, não pretendo. Quero me dedicar bem ao mandato de vereador e desenvolver grandes projetos, como o plantio de milhares de árvores em nosso sertão. Ao final do mandato, vamos decidir, coletivamente, se volto a concorrer a algum cargo ou não. Não vivo disso. Tenho também livros, que estou escrevendo, para terminar. AGORA RN O senhor foi preterido para o Senado Federal, pelo Psol, que optou por Freitas Júnior. Qual avaliação faz sobre essa escolha e pré-candidatura? ROBÉRIO PAULINO – É um colega que acabou de chegar no partido, vindo da Rede, como todos sabem, sem qualquer história no partido. Acredito que meu nome estava muito melhor posicionado para ajudar a legenda neste pleito, podendo vir a obter um resultado bem superior, pela projeção que já conseguimos, os bons resultados que tivemos desde 2014. E existiam outros ótimos quadros partidários, além do meu, com mais representação social e história no Psol, que poderiam trazer um resultado melhor para nossa agremiação.

AGORA RNConsidera que foi um erro? ROBÉRIO PAULINO – Respeito a decisão partidária e farei a campanha dos candidatos indicados, mas creio que foi um erro sim. Da mesma forma como avalio um erro grave o partido não lançar candidatura própria a presidente da República, no primeiro turno das eleições e já apoiar Lula. Defendi o nome do deputado federal Glauber Braga como candidato do partido à Presidência no primeiro turno e apoiamos Lula para derrotar Bolsonaro no segundo turno, se houver. O Psol precisa ter cara própria, mostrar a que veio, seu programa, suas propostas para o país. Não somos uma extensão do PT. AGORA RNComo avalia o nome do pré-candidato Carlos Eduardo Alves ao Senado? E se ele vencer? ROBÉRIO PAULINO – Carlos Eduardo é um camaleão da velha política. O tratarei com total respeito, em prol dos interesses do Rio Grande do Norte, que espero de fato ele ajude. Mas, repito, existem alternativas bem melhores que ele, como nosso candidato Freitas Júnior, do Psol; Samara Martins, da UP; Dário Barbosa, do PSTU e Rafael Motta, do PSB, que tem votado com a esquerda. Avalio que Samara Martins pode surpreender, por ser uma grande ativista social, mulher, negra e jovem. Pode atrair a atenção da juventude. É esperar para ver.

AGORA RN Como o senhor avalia a pré-candidatura de Rafael Motta ao Senado, que busca um espaço no palanque de Fátima Bezerra, mesmo sabendo que o PT já referendou Carlos Eduardo como o pré-candidato da chapa governista? ROBÉRIO PAULINO – Acho que é um direito dele postular a candidatura ao Senado e devia sim estar no palanque de Fátima, porque ele apoia Lula, enquanto Carlos Eduardo apoia Ciro Gomes. Além disso, tem posições mais progressivas. Vou fazer campanha para as candidaturas do Psol e de esquerda, mas caso Rafael Motta ganhe, eu cobraria dele grandes ações no sentido de acabar com a pobreza e o analfabetismo no estado, revolucionar a educação e nos ajudar no plantio de milhões de árvores no sertão potiguar.

AGORA RNQual a sua avaliação sobre o pré-candidato Rogério Marinho? ROBÉRIO PAULINO – É a pior opção ao Senado, sem dúvida. Ele é um dos coveiros dos direitos dos trabalhadores, nas Reformas Trabalhista e Previdenciária. Só vota nele um trabalhador sem qualquer consciência de classe. O fato dele se aliar e apoiar Bolsonaro, um presidente genocida e que ameaça diariamente a democracia, já diz tudo sobre Rogério Marinho. AGORA RN E se ele for eleito ao Congresso Nacional? ROBÉRIO PAULINO – A eleição dele seria uma derrota para o Rio Grande do Norte. Um retrocesso. Mas ele vai ser derrotado junto com Bolsonaro. AGORA RNQual sua opinião sobre a indicação do Psol, Danniel Morais, ao governo do RN? ROBÉRIO PAULINO – Danniel tem mais história no partido, vem construindo o Psol há vários anos, é um companheiro muito dedicado. Por isso, sua escolha foi unânime, tendo inclusive meu apoio. Representará bem o partido.


Lula é um instrumento para derrotar o que há de pior, Bolsonaro, defende Robério. Direto e seguro, o vereador Robério Paulino (Psol) afirma que a dobradinha Fábio Dantas e Rogério Marinho é “o pior para o RN”, que Fátima Bezerra tem baixa aprovação porque governa querendo agradar a empresariado conservador potiguar e que o apoio a Lula é um instrumento político para derrotar o presidente Jair Bolsonaro, que, em suas palavras, é o que há de pior para o país.

AGORA RN Qual a sua opinião sobre a gestão Fátima Bezerra? ROBÉRIO PAULINO – Respeito muito a governadora e professora, como eu, Fátima Bezerra, mas penso que fez um governo muito tímido, muito aquém do possível, em quatro anos. Acertar o caixa é pouco. Por isso, sua aprovação é abaixo do esperado. Não se faz uma omelete sem quebrar os ovos. Fátima quer ir ao ritmo do empresariado conservador e bolsonarista do Estado para ficar bem com eles. Assim, não se faz quase nada. Eu entreguei a ela, no início de seu governo, um ousado Plano de Desenvolvimento Econômico e Social para o RN. Esse plano começava por: 1 – acabar com o analfabetismo através de um grande mutirão interinstitucional; 2 – revolucionar a qualidade da educação e elevar significativamente os salários dos professores; 3 – implantar um ousado plano de industrialização, fabricando aqui tudo que pudesse ser fabricado. Não tem sentido importarmos suco de manga, quando perdemos 70% de nossa safra. Temos tecnologia para fabricar carros elétricos e notebooks no RN; 4 – o plantio de milhões de árvores nativas e frutíferas no sertão, para embasar uma poderosa agroindústria e gerar milhares de empregos. Infelizmente, fui ignorado. A governadora só tem ouvidos para o empresariado conservador do Estado. AGORA RNOnde Fátima Bezerra acertou? ROBÉRIO PAULINO – Acertar o caixa, pagar as folhas atrasadas. Foi bom, mas, como já falei, considero isso muito pouco, em quatro anos. Penso que um grande mérito dela é anterior ao seu atual governo, que é a ampliação dos Institutos Federais (IFRNs) em todo Estado.

AGORA RNHouve erros na gestão da governadora? ROBÉRIO PAULINO – Sim, considero que o maior erro foi fazer a Reforma Previdenciária contra os servidores, seguindo a reforma nacional de Jair Bolsonaro e Rogério Marinho. Isso é inaceitável para um partido de esquerda, que tem trabalhadores em seu nome. Além disso, manter o salário dos professores como um dos piores do Brasil é péssimo, ainda mais sendo uma professora.

AGORA RN Caso reeleita, o senhor acredita que ela fará um 2º mandato bem-sucedido? ROBÉRIO PAULINO – Torço que sim. Mas a campanha sequer começou. Se ela ganhar, espero que tenha mais ousadia em mudar a face social do Estado, erradicar essa vergonha que é o analfabetismo, revolucionar a educação, pagar melhores salários aos professores, construir os IERNs que prometeu, reverter essa Reforma Previdenciária, como exigimos de Lula reverter em nível nacional. E que tenha ousadia em industrializar e reflorestar o estado.

AGORA RNSobre as alianças PT-MDB-PDT no RN, Como avalia o nome de Walter Alves como vice-governador na chapa governista? ROBÉRIO PAULINO – Parece que o PT não aprendeu nada, com todo o processo de impeachment sofrido por Dilma Rousseff. São alianças que não levam a nada. Essas alianças só jogam uma tábua de salvação para as oligarquias do Estado. Em Economia, chamamos isso de jogo de soma zero. AGORA RN Como o senhor vê a candidatura de Fábio Dantas? ROBÉRIO PAULINO – Fábio é tão responsável quanto Robinson Faria pelo desastre do governo anterior à Fátima, que deixou o Estado com uma dívida imensa com os servidores, sem haver feito quase nada. Não tem autoridade nenhuma para propor nada. Ele acha que o povo é besta, não tem memória. Vai escutar muito nos debates.

AGORA RNAcredita que Fábio Dantas fará uma boa gestão, caso seja eleito? ROBÉRIO PAULINO – Duvido. Ele já teve sua chance no governo de Robinson Faria e todos sabem o resultado. Não se deve esperar nada de diferente dele, além de um novo desastre. AGORA RN – Como avalia a chapa Fábio Dantas e Rogério Marinho? ROBÉRIO PAULINO – O pior para o Rio Grande do Norte. Rogério já foi secretário de Estado e deputado federal. Alguém lembra algum bom legado bom dele? Mas, nas Reformas Trabalhista e Previdenciária, contra os trabalhadores, todos sabem do papel dele: uma maldade.

AGORA RNQual sua opinião sobre a gestão do prefeito de Natal Álvaro Dias? ROBÉRIO PAULINO – Tradicional, feijão com arroz, típica da velha forma de fazer política. Natal continua acumulando os velhos e mesmos problemas de 10 anos atrás. Educação muito deficiente, transporte público sucateado. A saúde pública e as UPAS são cada vez mais deficientes. Saneamento parado. AGORA RN O senhor considera que Álvaro cometeu erros em sua gestão? No que deve melhorar? ROBÉRIO PAULINO – Acho que seu maior erro foi fazer coro a Bolsonaro na defesa da ivermectina e da cloroquina no início da pandemia, algo inaceitável para um médico. Seu apoio e cumplicidade com as empresas de transporte de Natal impedem a renovação do sistema. A Reforma Previdenciária que acaba de impor também prejudica os servidores municipais. Mas, de bom, fizemos uma parceria interinstitucional entre a Prefeitura, a UFRN e a Câmara Municipal para arborizar pesadamente Natal nos próximos anos.

AGORA RN Como avalia o governo do presidente Jair Bolsonaro? ROBÉRIO PAULINO – Um retrocesso, um desastre e uma vergonha para o país, perante o mundo. Além dos diversos retrocessos nos direitos sociais, na devastação da Amazônia, o pior foi a negação da vacina e do uso de máscaras em público, que levou a centenas de milhares de mortes desnecessárias nesta pandemia. Bolsonaro pagará por esses crimes em nível internacional. Isso, além da imensa elevação dos preços, elevou a fome à miséria novamente.

AGORA RNSe o presidente for reeleito, qual o futuro do Brasil, na sua visão? ROBÉRIO PAULINO – Muito sombrio, de obscurantismo, mais retrocessos sociais e crescimento da divisão e do ódio no país.

AGORA RNComo avalia a pré-candidatura do ex-presidente Lula à Presidência da República? ROBÉRIO PAULINO – Para mim, é um instrumento para derrotar o pior, Bolsonaro.

AGORA RNSe eleito, Lula será um bom gestor? ROBÉRIO PAULINO – Espero que o PT e Lula tenham aprendido com os erros das suas gestões anteriores, que abriram espaço para o impeachment de Dilma e a eleição de Bolsonaro. Não podemos cometer os mesmos erros, fazer as mesmas alianças, aplicar apenas políticas sociais mitigatórias, sem mexer no essencial. Precisamos de uma profunda Reforma Tributária progressiva, que taxe mais os ricos e alivie os pobres. De uma Reforma Agrária que não foi feita. Uma Reforma Política que acabe de vez com os privilégios dos políticos, podres, clientelistas e fisiológicos. Vou fazer campanha para Lula e torço por isso, que Lula tenha coragem de fazer essas mudanças. Do contrário, um novo governo Lula será mais do mesmo, vai repetir os mesmos erros.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page