top of page

Ambientalistas serão homenageados em sessão solene na Câmara Municipal de Natal


A Câmara dos Vereadores realizará nesta quinta-feira(14), uma sessão solene em homenagem aos ativistas ambientais, como reconhecimento ao trabalho realizado no ano de 2023 em Natal.

 

Ao todo, vinte pessoas, de diferentes profissões e áreas de atuação, serão homenageadas. A vereadora em exercício, Camila Barbosa (Psol), representante do primeiro coletivo de mulheres à frente da Camara Municipal de Natal, que presidirá a sessão, ressalta a urgência da união de todos e todas, desde a infância, para um coletivo investimento em consciência ambiental. "Temos de trabalhar o engajamento de cada um dos natalenses para promover mudanças efetivas. Esse tema é vital e precisa ser permanente. Por tudo isso, estamos aqui hoje homenageando as pessoas que militam em defesa do desenvolvimento econômico sustentável. Os danos ambientais são irreversíveis. Como alertam os cientistas,  não existe Planeta B. Essa é nossa única casa e precisamos mantê-la o mais viva possível,” defendeu.


 

Defesa em consonância, com a fala do Professor Robério Paulino (PSOL), proponente da sessão, que enfatiza a necessidade do engajamento na luta contra o desrespeito ao meio ambiente. “ O bioma da caatinga está colapsando, a Mata Atlântica continua passando por um extenso processo de devastação, tendo atualmente menos de 10% de sua área original.Em meio a tantas crises, a ambiental é a mais crítica, severa e profunda, porque afeta todos, sem exceção. Precisamos identificar, reconhecer e valorizar àqueles que agem diuturnamente contra essa constante ameaça à nossa sobrevivência. ” defendeu.


 

Além de prestar homenagens, a sessão solene tem o importante papel de dar visibilidade às ações que já estão sendo desenvolvidas em prol do meio ambiente, na capital potiguar, para que haja cada vez mais engajamento por parte dos natalenses em relação ao entendimento do que significa e como podem tentar diminuir o impacto da grave crise climática. "Cada um tem sua parcela de responsabilidade e compromisso com o meio em que vive. Um novo estudo da Organização Meteorológica Mundial diz que há uma forte probabilidade de a média anual de aquecimento ultrapassar o limite de 1,5°C entre 2023 e 2027. Precisamos plantar ávores, diminuir a emissão de carbono no planeta, produzir menos lixo. São pequenas atitudes que geram positivos impactos,” alertou a Professora Vania Alberton, coordenadora do Projeto Arboriza Natal,  uma das homenageadas na sessão solene.



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page