top of page

1ª Assembleia Permanente do Clima do RN será realizada no Seridó




Com o objetivo de enfrentar os desafios em relação ao clima e à sustentabilidade local, regional e mundial, no dia 21 de setembro, data em que se comemora o dia da árvore, ocorrerá no auditório principal do campus do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres/UFRN), a partir das 8 horas da manhã, a 1ª Assembleia Permanente do Clima do RN (ASCOP).


A assembleia faz parte das ações elencadas na plenária da 1ª Conferência Potiguar do Clima (COP/RN), que ocorreu no último mês de abril, no auditório da reitoria, em Natal, e teve como principal meta o plantio de 5 milhões de árvores no RN em um período máximo de 5 anos, com a implantação de viveiros em todas as 167 cidades do estado. Para o acompanhamento dos compromissos firmados, ficou instituído que seriam realizadas assembleias trimestrais permanentes do clima, de forma regionalizada, com início das atividades na cidade de Caicó que traz como tema local a problemática da não destinação ambientalmente adequada dos rejeitos e resíduos com as mudanças climáticas.

A Ascop tem por objetivo principal provocar a participação cidadã e engajada de todos os setores da sociedade e do Poder Público, para a concretização da democracia ambiental, participativa e sustentável. “Como atividade prática da ASCOP, na manhã do dia 22, no viveiro de mudas do Ceres, vamos fazer uma oficina de compostagem e plantar algumas mudar em parceria com o Projeto Arboriza que desenvolvemos no campus central da UFRN. Já produzimos milhares de mudas nativas que são doadas para todo o RN. Se cada cidade do estado abraçar essa nobre causa, seremos rapidamente uma referencia para o país e estaremos contribuindo com algo essencial a vida de todos nós.” Esclareceu o Professor Dr. Roberio Paulino, idealizador da COP-RN.


Após imersão no contexto regional sobre o desafio local de redução de danos referentes às mudanças climáticas, a 1ª Assembleia Potiguar Permanente do Clima discutirá o tema da restauração de biomas de paisagens degradadas no semiárido regional, bem como debaterá as propostas de Caicó, para posteriormente desenvolver um anexo regional à Carta da 1ª COP Clima RN 2023.


A partir das 7h, os participantes farão o credenciamento no evento. Após isso, às 8h acontece a abertura, conduzida pelo professor Robério Paulino, do Instituto de Políticas Públicas (IPP/UFRN), e Sandra Kelly, docente do curso de Geografia do Ceres. Logo em seguida, começam os ciclos de palestras, além de rodas de debates com os participantes acerca da temática abordada, nos turnos da manhã e tarde. A ação se encerra às 19h30, tendo sequencia na sexta-feira(22) a partir das 8h da manhã, com a Oficina de Compostagem a ser ministrada pelo ambientalista Pablo Rangel.


Para fazer sua inscrição acesse: https://sigeventos.ufrn.br/sigeventos/login.xhtml



51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page